Colégio Vicentino, 70 Anos de História em Pato Branco!

A história de Pato Branco e a de seu povo certamente não seria a mesma se não fosse o empenho, a ousadia e a coragem dos pioneiros do pequeno vilarejo chamado Vila Nova. A busca por uma educação de qualidade fez com que há 70 anos se iniciasse a história de um dos colégios mais tradicionais da cidade. Uma escola que acolheu muitos estudantes, foi responsável pela formação desde a primeira infância até os preparativos para vestibulares. Sua história também foi baseada na religiosidade ensinando às crianças, desde os primeiros anos de vida, a importância de um bom caráter, da empatia, da caridade, do amor ao próximo… Muitas e muitas pessoas passaram por ali, se tornaram adultos, profissionais, e agora pais e avós de alunos do colégio. Uma linda história que merece ser conhecida, compartilhada e aplaudida. Com a ajuda da Irmã Raquel, hoje eu trago um pouco sobre onde tudo começou… E nesse mês de julho, no dia 27, haverá um grande encontro de ex alunos, ex professores e ex colaboradores para juntos comemorar toda essa história…

1ª Sede Própria do Colégio em 1949.

“Como tudo começou…

Em 1948, as Irmãs da Companhia Filhas da Caridade de São Vicente de Paulo, vindas da Província do Rio de Janeiro, integraram-se à sociedade do Distrito de Bom Retiro, instalando-se no povoado de Vila Nova, hoje Pato Branco, para prestação de serviços de apoio médico-hospitalar no Hospital de Santa Margarida (atual Hospital São Lucas), eram em número de 3 (três) Irmãs.

Partindo da necessidade de se ter uma obra educacional religiosa no vilarejo, o Vigário Frei Corbiniano na época, teve a ideia da realização, apoiado e com aval de Dom Carlos Eduardo Saboia Bandeira de Mello – Bispo Diocesano, Frei Corbiniano deu o primeiro passo, foi em busca de uma congregação religiosa feminina que topasse o desafio.  O convite foi estendido as Irmãs Filhas da Caridade de São Vicente de Paulo que já residiam em Vila Nova. (Atual Pato Branco). O desafio foi aceito.

Ano de 1953.

Com a ideia aderida e com pleno apoio da população, dos bem feitores e da paróquia, o sonho foi concretizado. Embora, não se disponha de arquivos documentais, as negociações entre as partes envolvidas foram rápidas e bem-sucedidas, pois, a partir de 1949, as Irmãs Filhas da Caridade de São Vicente de Paulo haveriam de oficialmente iniciar em Villa Nova as atividades na área educacional.

Vencida a primeira etapa, outras, se abriram para o vigário Frei Corbiniano, em torno dessa iniciativa: alugou-se um sobrado (esquina da Rua Tocantins com a Rua Itacolomi) de propriedade do Sr. João Giasson. Na parte térrea instalou-se a escola, em dois varandões, e a cozinha das Irmãs que passaram a ocupar o andar superior como residência reservada às Irmãs. Nesse lugar nasceu o Instituto Nossa Senhora das Graças, oficialmente apresentado à comunidade em 03 de fevereiro de 1949, início de suas atividades pedagógicas.

Colégio em 1955.

Nesse início de caminhada, cento e onze alunos (111) estavam matriculados nas séries 1ª, 2ª e 3ª do curso primário, assim chamado.

Enquanto estava em trâmite toda a documentação de licença, autorização e funcionamento do Instituto, a Irmã Elisabéth Fonseca, toma posse como a primeira Diretora do estabelecimento, a Irmã Teresa Chiesa como secretária e Professora, Irmã Maria José Silva, Irmã Ana Maria, Irmã Maria Luiza, Irmã Margarida Tondo, Professora Nilda Tondo e outras Irmãs que atendiam no Hospital e cumulavam funções com o Instituto N. Sra. das Graças.

Em busca da concretização pela sede própria e do ginásio, a planta arquitetônica da construção do prédio para instalações do Instituto e Ginásio N. Sra. das Graças, precisamente na quadra da rua Goianases esquina com Araribóia, foi projetada por Otto Kar Hedmundo Schirmer, hábil desenhista e exímio em cálculo. A obra durou 10 meses, sob o comando de Otto e do Sr. José Merlin, construída com madeira de pinho de primeiríssima qualidade “sem um nozinho que fosse” – comentou Sr. José Merlin, sendo o madeiramento adquirido em vários fornecedores de Pato Branco na época.

Instalado no novo e espaçoso prédio o Instituto Nossa Senhora das Graças popularmente passou a ser identificado como “Colégio das Irmãs”. A expectativa da população em torno do Colégio das Irmãs ultrapassava os limites da escolaridade primária, tendo, as Irmãs que ampliar, a curto prazo, o ensino do ginásio, hoje chamado Fundamental II – Anos Finais. Sendo, em 1952, os alunos preparados para o “Exame de Admissão”, prova a que obrigatoriamente se submetiam os candidatos ao Ginásio. Alfabetização para adultos, – corte e costura, Português, Aritmética, Geografia, História do Brasil, Ciências, Trabalhos Manuais, Educação Física, Desenho eram as disciplinas decorrentes dos Cursos Primário e Ginásio na época.

Dentre os primeiros professores do Instituto Nossa Senhora das Graças, destaca-se Frei Policarpo Berri que por 11 anos foi professor de Música na Instituição. Boas lembranças e imagens vêm à cabeça de muitas pessoas que conheceram o “Colégio das Irmãs” nos seus 70 anos de existência. Bons momentos fazem parte da vida de pessoas que tiveram a oportunidade de conhecer o passado do Colégio e seu espaço físico, seus costumes, o comportamento dos alunos, o respeito que todas exerciam sobre as Irmãs e professores, as histórias que trazem boas recordações, o uniforme escolar, os quartos do internato, as salas de aula, as aulas de corte e costura, boas maneiras, música, culinária…

Desde o princípio e durante toda essa trajetória dos 70 anos, nos apresentamos como uma Instituição Católica e Vicentina. Isso significa dizer que o modo como assumimos a missão educativa encontra seu fundamento e inspiração no carisma religioso que nos é próprio. No centro do mesmo está o projeto do Reino de Deus, vivido e pregado por Jesus de Nazaré, e igualmente assumido por nossos Fundadores, Vicente de Paulo e Luísa de Marillac. O carisma vicentino brotou do modo como eles, em seu tempo histórico, testemunharam sua experiência de fé, particularmente pelo amor-serviço afetivo e efetivo aos mais pobres. Hoje, buscamos atualizar esse carisma, promovendo uma educação integral e de qualidade.

Hoje, o Colégio Vicentino Nossa Senhora das Graças apresenta inovações e qualificação constantes com o ensino dinâmico e participativo, seguindo uma Filosofia Progressista, com Projetos Interdisciplinares, que associam a realidade ao conhecimento. Atende educandos da Educação Infantil até o Ensino Médio, com a missão de educar crianças, adolescentes e jovens, orientados pelos valores humanos, cristãos e vicentinos, mediando o desenvolvimento de suas competências e habilidades como sujeitos proativos de transformação social.”

A Sede atual do colégio.

Fonte:

Livro: História e Estórias Colégio Nossa Senhora das Graças – Professor Sittilo Voltolini (em Memória).

http://www.filhasdacaridade.com.br/educacao/publicacoes-e-projetos/dia-da-educacao-vicentina/79

http://www.cvnsg.com.br/

Facebook: https://www.facebook.com/CVNSG

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.