Coloração Pessoal: Como as cores podem ajudar você!

Na coluna sobre moda vamos falar sobre um assunto que está em alta: a análise de cores e como elas podem nos beneficiar no nosso dia a dia. Quem traz essas informações é a Ana Eliza, formada e pós graduada em Design e Negócios de Moda pela Anhembi Morumbi-SP, com formação em Consultoria de Moda pela Escola Pan-americana de Moda e Design, formação em Desenho de Moda pela Faculdade Santa Marcelina e com formação em Coloração Pessoal pela Studio Immmagine-SP, ela é uma das sócias e designers de moda do Atelier Eliza de Pato Branco.

Coloração pessoal, análise cromática, análise de coloração, análise de cartela de cores pessoal. Não importa como chamam, pois o propósito é o mesmo: autoconhecimento. A ideia é saber quais cores potencializam traços e quais escondem o que não queremos mostrar. Muitas vezes uma cor não cai bem em você e você não sabe o motivo… Pois bem, esse é o papel da análise cromática e/ou consultoria de cores, esse serviço permite que você conheça quais são as melhores cores para sua pele, quais valorizam e iluminam seus pontos fortes e disfarçam suas imperfeições.

As cores certas vão iluminar o rosto, suavizar a textura da pele e equilibrar os traços, fazendo com que a cliente pareça mais jovem e descansada. As inadequadas são capazes de apagar a pessoa e, consequentemente, sabotar a sua aparência. A análise de cores é uma teoria que define 12 grupos diferentes de coloração, tendo como referência as quatro estações da Natureza. Primavera, verão, outono e inverno podem ainda ser divididos em intensos, profundos ou puros.

Cada pessoa é uma estação do ano, de acordo com o método da Análise Cromática. Primavera: cores claras, brilhantes, alegres e luminosas, que refletem animação. Verão: cores suaves, acinzentadas e sutis, que transmitem refinamento. Outono: cores quentes, profundas e terrosas, que passam dinamismo. Inverno: cores puras, intensas e dramáticas, que indicam sofisticação.

Independentemente da técnica utilizada, o modo de começar a análise é o mesmo: a especialista observa os traços e características da cliente. Neste momento, é analisado o contraste (a partir da cor da pele, dos cabelos e olhos), a profundidade (se fica melhor com tons escuros ou mais claros), a intensidade (se cores mais vivas ou mais opacas) e a temperatura da pele (se fria, quente ou neutra). A composição de nossa pele se dá através de hemoglobina, melanina e caroteno, e a variação destes componentes sob o efeito da luz (natural ou neutra) que caracterizam o sub tom e temperatura de pele que pode ser quente ou fria.

Para a realização desta análise a cliente precisa estar com a pele limpa, livre de qualquer cosmético e maquiagem pois interferem diretamente na avaliação do consultor, utiliza-se vários tecidos coloridos especialmente desenvolvidos para a avaliação de peles para comparações através das quais as próprias clientes conseguem perceber os efeitos de cada cor em sua pele.

Atualmente sabemos que a imagem pessoal é muito importante tanto nos ambientes profissionais, como nos sociais, além disso também nos apresentamos muitas vezes no mundo digital e ter o autoconhecimento do que nos cai bem pode fazer toda a diferença na hora de apresentar nosso produto ou nosso serviço aos nossos clientes. Então se você ficou interessado em fazer a sua análise cromática seguem os contatos da Ana Eliza:

Facebook: https://www.facebook.com/AtelierEliza/

Instagram: http://www.instagram.com/ateliereliza

Rua Caramuru, 630
46 3225-2246

 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.