Destino – África do Sul

https://www.facebook.com/CapitaniaAgenciaDeViagens/

Tribos!

Pra começar falando sobre viagens, escolhemos falar sobre a África do Sul. Ficou surpreso? Pois é, o país foi eleito um dos destinos para se conhecer em 2017 e diferentemente do que pensamos primeiramente quando a alternativa nos vem à mente, a África do Sul não é um destino apenas para os amantes dos animais selvagens. Se fosse possível descrever o país com apenas uma palavra, seria: eclético! É isso aí, a África do Sul é um destino para todos!

O que eu posso fazer lá?

Existem muitas cidades turísticas (e lindas!) para se conhecer na África do Sul. São muitas opções, para todos os gostos, desde os mais radicais até os mais conservadores. Você vai poder se aventurar em um safári, mas também poderá saltar do maior bungee jump de ponte do mundo, apreciar um bom vinho assistindo a um belíssimo por do sol, comer frutos do mar frescos e deliciosos (são 2.500km de litoral!) ou ainda surfar uma onda radical no gelado mar sul-africano.

Bloukrans Bridge – Bungee Jump de Ponte mais alto do mundo – 216 metros.

Qual a melhor época?

As estações do ano são como as nossas e a melhor época para visitar o país é o outono (final de fevereiro até final de abril), onde a temperatura fica mais agradável e quase não chove.

Quanto tempo eu devo ficar?

Programe pelo menos uns 10 dias para aproveitar bem a viagem e na hora de escolher o roteiro, leve em consideração suas preferências, afinal, para que uma viagem seja inesquecível, ela deve despertar em você a vontade de viver algo novo, explorar um local desconhecido, relaxar a mente e o corpo e finalmente voltar pra casa revigorado pelas experiências que vivenciou.

Qual a moeda local? Eu vou gastar muito viajando para lá?

A moeda local é o Rand (cujo símbolo é ZAR). A moeda sul-africana sofreu uma grande desvalorização e o momento para nós brasileiros, está propício para uma visita. Pra que fique bem fácil de entender, com 1 Real é possível comprar pouco mais de 4 Rands. Porém, quase impossível que se consiga fazer o câmbio em reais lá, então o melhor é fazer o câmbio em Dólares ou Euros antes de sair do Brasil e depois comprar os Rands na chegada à África do Sul.

Que cidades eu devo conhecer?

Eu diria todas! E é exatamente isso que vai acontecer quando você desembarcar na África, você vai querer conhecer tudo! Mas tem alguns lugares que será impossível deixar de fora:

Cape Town é a capital legislativa do país, fica aos pés da Table Mountain! Organizada, limpa, natureza exuberante, belas praias, uma variedade infinda de restaurantes, belíssima!
Joanesburgo é a maior cidade da África do Sul, com 4 milhões de habitantes, é conhecida como Golden City (cidade de ouro). É a porta de entrada da África do Sul e como toda cidade grande, oferece muitas opções de museus, restaurantes e shoppings.

O que eu preciso de documentação para viajar pra lá?

O país exige passaporte com validade mínima de 1 mês a contar da data de retorno ao Brasil, vacina contra a febre amarela (Certificado Internacional – emitido pela ANVISA) e pode-se permanecer no país por até 90 dias sem necessidade de visto.

E como irei me comunicar quando chegar lá, que língua eles falam?

Eles possuem 11 idiomas oficiais, entre eles o africâner, mas apenas com o inglês é possível se virar bem. O povo é simpático, hospitaleiro e trata muito bem seus turistas!

Stellebosch é famosa por possuir mais de 150 vinícolas e ter a maior rota do vinho do país. É o berço do Pinotage e o Reino dos Cabernet das vinícolas sul-africanas. Basta selecionar as vinícolas que pretende conhecer e partir para o tour de degustação. Fica a 40min de Cape Town.

Como eu chego lá?

Há voos diretos para Joanesburgo saindo de São Paulo pela South African, LATAM e Avianca, com duração de aprox. 9h. Já dá pra incluir Cape Town no aéreo saindo do Brasil pela South African e pela LATAM, porém o voo fará necessariamente uma conexão em Joanesburgo.

E se eu quiser alugar um carro, é possível?

Caso pretenda alugar um carro é importante saber que na África do Sul é utilizada a mão inglesa (volante do lado direito e pista do lado esquerdo). E a PID – Permissão Internacional para Dirigir – deve ser tirada antes de sair do Brasil. Apesar de algumas locadoras não pedirem o documento, é uma recomendação do país. A PID contém todas as informações da sua carteira de motorista brasileira traduzidas para o inglês e possui a mesma data de validade. Mas só é válida apresentando junto a Habilitação Brasileira e o Passaporte.

Garden Route é uma das rotas cênicas mais famosas da África do Sul e reúne ao longo dos seus aproximadamente 300 km cidades simpáticas, praias lindas, parques nacionais maravilhosos, safáris, esportes radicais (aquele bungee jump da ponte fica na cidade de Storms River), surf de primeira, vinícolas e muita comida boa!

Seguro Viagem é importante?

Sim, viajar segurado é imprescindível.

Caso tenha ficado curioso para conhecer um pouquinho mais sobre esse país incrível, visite o South Africa Tourism o site oficial do turismo da África do Sul no Brasil que está cheio de dicas, informações e sugestões de roteiros. E em caso de dúvidas, consulte sempre seu Agente de Viagens.

Kruger National Park é a maior reserva natural da África do Sul e onde é feito o safári mais famoso. Mas não é o único. Na Garden Route há muitas outras opções também.
Jeffrey’s Bay é a famosa cidade dos surfistas, onde acontecem os campeonatos mundiais. É lá que está a praia Supertubes, onde formam-se ondas incríveis.
Simone De Bortoli é formada em Turismo pela Universidade Estadual de Ponta Grossa;
Pós-graduada em Gestão de Pessoas pela Faculdade Mater Dei.
Proprietária e Agente de Viagens na Capitania Agência de Viagens e Turismo.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.