Ervas Aromáticas e seus Benefícios ao Paladar, à Saúde e ao Espírito.

Desde o primeiro em que conheci esse trabalho eu simplesmente me encantei! Senti amor, senti energias boas… e de cara chamei a criadora de tudo isso pelo direct do Instagram. Mesmo sem conhecer a Thaís quis saber mais sobre o seu trabalho e fomos conversando através do mundo virtual. “Os Cimentinhos” foram criados pela Thaís Gasperin, que é Engenheira Cívil, por isso a familiaridade com cimentos e afins… porém, como todo mundo tem um lado mais artístico e sensível, foi depois de montar um vaso com suculentas para presente e que ela descobriu uma paixão pelas plantas e se redescobriu como uma artesã.

“Os Cimentinhos são vasos de cimento feitos artesanalmente – desde a produção dos vasos através do cimento, até a impermeabilização e acabamento. Por fim, os Cimentinhos são pintados e uma plantinha compõe o resultado final. Afinal, um vaso não precisa ser só mais um vaso não é mesmo? Ele pode ser uma expressão de arte e de liberdade criativa, trazendo muita personalidade à decoração.

Atualmente há três linhas de Cimentinhos: os personalizados de ervas aromáticas, os Cimentinhos com estilo minimalista e os Cimentinhos com temas da cultura geek/pop. Todos eles são feitos com muito carinho, pensando tanto na qualidade dos materiais e plantas, quanto no bem estar e alegria que eles irão proporcionar.” E em especial para o site a Thaís preparou uma matéria falando um pouco sobre as propriedades das principais ervas que ela utiliza nos seus vasinhos.

 

“As ervas aromáticas são plantas que exalam aromas e perfumes que sensibilizam o nosso olfato de modo agradável. Normalmente tem pequeno porte e podem ser cultivadas em vasos ou no quintal de casa.

As propriedades culinárias das ervas aromáticas são comumente exploradas para realçar o sabor e o aroma dos alimentos. Você mesmo já deve ter usado a salsinha e a cebolinha para temperar a maionese no domingo ou, talvez, o bom e velho manjericão na pizza marguerita! Elas são tão presentes na nossa culinária que acaba sendo impossível fugir delas. E não é por menos, as suas propriedades vão além do sabor e aroma na comida.

Como tempero, as ervas aromáticas possibilitam a diminuição da ingestão de sódio. Isso mesmo, uma combinação de temperos pode realçar o sabor dos alimentos, possibilitando menor uso e consumo de sal.

Os benefícios não acabam na cozinha. As ervas aromáticas também apresentam propriedades medicinais, algumas culturas utilizam para a purificação do ambiente e por atraírem boas energias. Por mais cético que algumas pessoas possam ser em relação a isso, é fácil admitir que as plantas deixam o ambiente muito mais agradável. Então, imagine se essas plantas forem aromáticas!

O melhor de tudo é que elas podem ser cultivadas até em pequenos vasos, sendo ideal para quem tem pouco espaço no quintal, mora em apartamento, ou simplesmente quer ter as ervas sempre a mão, aproveitando também os benefícios para o ambiente. As propriedades mais conhecidas das ervas aromáticas são:

Manjericão

Tanto as folhas, quanto as flores do manjericão são extremamente aromáticas. No entanto, a poda das flores aumenta a vida útil da planta e as propriedades aromáticas e sabor acabam se concentrando nas folhas, sendo, portanto, a poda das flores recomendada. Existem diversos tipos de manjericão, na verdade são mais de 300! desde folhas pequenas à grandes, verdes à roxas.

Na culinária, o manjericão realça o sabor dos pratos que usam tomate, limão, carne vermelha, massas, queijo, azeite, e naquilo que o seu coração mandar. O importante é adicionar sempre após o cozimento, para não modificar o sabor. Nos  drinks (alcoólicos ou não) dão aquele toque refrescante. Combina com frutas como o limão, morango e abacaxi.

Entre os benefícios medicinais do manjericão se destacam: o tratamento de resfriados, alívio de tosse, melhora do sistema imunológico, diminuição do estresse, melhora da visão por ser rico em Vitamina A, auxílio na eliminação de pedras nos rins, tratamento de problemas do estômago, alívio da dor de cabeça, benefícios para a pele (incluindo prevenção do câncer de pele), além de ser antioxidante e contribuir para o sistema cardiovascular.

As flores da poda e as folhas do manjericão, são antissépticas e antibactericidas, podem ser utilizadas em escalda pés, proporcionando relaxamento, tonificando os nervos e aliviando sintomas de cabeça pesada.

No campo energético, o manjericão tem uma forte ação de proteção e recuperação da saúde. Ajuda a repelir energias e entidades negativas e na diminuição das tensões familiares.

Hortelã

A hortelã tem uso culinário em várias culturas milenares, tais como a indiana, iraniana, irlandesa, inglesa, tailandesa, árabe e italiana. Pode ser utilizada para decorar e aromatizar saladas, sopas e molhos e na preparação de drinks e sucos, como o famoso suco de abacaxi com hortelã. Seu sabor se harmoniza com carnes bovinas (quibe cru) e carne de carneiro.

 

Suas propriedades medicinais incluem ação analgésica, antiespasmódica, antiparasitária. Sendo utilizado na forma de infusão para o combate aos vermes. Uma xícara de chá de hortelã após a refeição ajuda na digestão, além de tratar náuseas e vômitos. No combate a cólica menstrual, dores abdominais e dor de cabeça. Trata o resfriado, tosse e asma, através da inalação das folhas em água fervente. Sem esquecer que a hortelã é considerada um afrodisíaco natural, tratando a impotência sexual e a diminuição da libido.

No campo energético, acredita-se que a hortelã possui propriedades de cura, podendo proteger o ambiente contra energias negativas, atraindo bons espíritos e trazendo prosperidade.

Manjerona

Na cozinha, as folhas frescas da manjerona podem ser utilizadas para temperar pratos e carnes grelhadas, rechear aves ou até mesmo como tempero do feijão e de risotos. Também pode ser consumida na forma de chá, infusão, pomada e óleos, devido a suas propriedades medicinais.

Neste sentido, a manjerona se destaca por ter as seguintes propriedades: anti-inflamatória, antioxidante, expectorante, cicatrizante, digestiva e antiespasmódica. Muito usada para o tratamento de úlceras gástricas e problemas digestivos, com a melhora do funcionamento do intestino por proporcionar a eliminação de gases. Também atua no sistema nervoso, diminuindo sintomas de estresse e ansiedade. Além disto, diminui a pressão arterial, controla o colesterol e melhora a circulação sanguínea. Se utilizada na forma de óleo ou pomada, pode auxiliar no alívio de lesões musculares.

A manjerona é considerada a erva do amor. A lenda romana diz que Vênus, a deusa do amor, deu à manjerona o seu perfume para que os mortais lembrassem de sua beleza. Já na mitologia grega, se diz que Aphrodite criou a manjerona. Por essa razão, em Roma e na Grécia uma coroa de manjerona era usada pelos noivos durante o casamento. Ter a manjerona em casa pode favorecer o amor.

Orégano

Ao falar em orégano no que pensamos? Pizza! É o tempero tradicional e característico da pizza. Mas também se harmoniza com molhos e massas. Normalmente se utiliza as folhas secas do orégano, mas não subestime o sabor das folhas fresquinhas.

 

O orégano possuí propriedades antioxidantes, antimicrobiana e anti-inflamatória: auxilia na redução de inflamações, previne o câncer por ser rico em antioxidantes,  favorece a perda de peso devido ao carvacrol, que pode alterar a síntese de gordura, combate alguns tipos de vírus, bactérias e fungos, fortalece o sistema imunológico pois ser rico em vitamina A.

O orégano é considerado a erva mais poderosa para atrair sorte, felicidade e alegria para sua casa. Você pode ter o orégano em casa para a alegria e felicidade, e carregar um sachê de orégano como talismã para a boa sorte.

 Sálvia

A sálvia possui sabor refrescante. Muito utilizada na cozinha italiana. Pode ser usada fresca ou desidratada. Para desidratar basta retirar os ramos, amarrá-los com um barbante e deixá-los pendurados com as folhas para baixo, em torno de um mês estará seca e pronta para ser armazenada.

Na cozinha, a sálvia se harmoniza com carnes como frango e porco, e também com queijos, legumes e massas, como o nhoque de manteiga e sálvia.

Como erva medicinal, o chá de sálvia é uma forma natural de combater os calores da menopausa, através do consumo diário por um período de 1 a 3 meses. Além disto, pode ser utilizada para aliviar aftas, caspa, tosse, bronquite, vômito, indigestão, reumatismo, gengivite, estimulante da memória e normalizador do ciclo menstrual.

A sálvia é utilizada para atrair prosperidade e cura, promovendo a longevidade e a saúde. Além disto, é associada a sabedoria e a experiência, por isso pode ser utilizada na forma de incenso (queimando os ramos desidratados) ou aplicando o chá de sálvia no ambiente com um spray, para trazer clareza mental e limpar o ambiente de negatividade que possa interferir nas decisões.

Alecrim

O alecrim possui um aroma forte e agradável, muito perfumado. As abelhas que o digam! O alecrim é comumente cultivado próximo de apiários, pois as abelhas o apreciam, além de produzirem um mel com sabor e aroma diferenciado.

É muito utilizado na culinária do mediterrâneo. Ele combina bem com pratos grelhados, sopas, molhos de tomate, legumes com manteiga (aplique a manteiga derretida com alecrim), pães, queijos e todos os tipos de carne.

 

O alecrim possuí propriedades digestivas, diuréticas e antidepressivas. Por isso, pode ser utilizado para melhorar a digestão, reduzindo o acúmulo de gases e por consequência a azia e má digestão. Também auxilia o sistema nervoso, melhorando a memória e o raciocínio, além de reduzir sintomas de ansiedade e depressão. Suas propriedades analgésicas podem ser direcionadas para o alívio das dores da artrite, gota, dor de cabeça e dor de dente. Além disto, é um potente antioxidante auxiliando o sistema imunológico, prevenindo infecções e melhorando a pele.

O alecrim trás proteção e prosperidade. O chá de alecrim propícia ânimo e auxilia nos estudos ou em atividades que requerem criatividade, pois ajuda a abrir a mente. O perfume do alecrim mantém as pessoas alegres, combatendo a negatividade, o desânimo e a depressão.

Tomilho

O tomilho é nativo do mediterrâneo e por isso é utilizado em pratos dessa região. O seu sabor é discreto e seco, dessa forma pode ser utilizado em diversos pratos, se harmonizando com molhos que levam tomate e queijo, carnes grelhadas e marinadas e no feijão. O ideal é provar o tomilho antes de adicionar a qualquer prato, isso porque existe o tomilho-comum e o tomilho-limão, o primeiro com sabor picante e amargo e o segundo com sabor cítrico.

O tomilho auxilia no combate a bronquite, tosse, através da inalação de suas folhas na água fervente. Além de combater infecções na boca e no ouvido, através do uso do óleo essencial. Possui propriedades antissépticas e antioxidantes. Possui carvacrol, que aumenta a dopamina e seratonina, aliviando o estresse.

No campo energético o tomilho é considerado uma erva protetora, que afasta  mal-olhado, inveja e negatividade. No ambiente ele refresca e renova as energias, atraindo prosperidade e saúde mental. Além disso, acredita-se que os locais onde o tomilho nasce naturalmente são centros de poder espiritual, favorecendo preces, orações e altares.

Salsinha

A salsinha ou salsa é uma das ervas aromáticas mais conhecidas. Pode ser cultivada todo o ano, e pode ser encontrada nas formas lisa ou crespa. É muito utilizada na culinária, no tempero de massas, molhos, sopas e carnes. Embora seja comercializada a versão desidratada da salsinha, é preferível que ela seja consumida fresca.

A salsinha é rica em vitamina A, B1, B2, C e D. Como erva medicinal é utilizada no tratamento de doenças renais, incluindo infecção urinária e pedras nos rins, e também no tratamento de problemas como gases intestinais, prisão de ventre e retenção de líquidos. Além disto, é rica em antioxidantes, vitamina C e flavonoides, fortalecendo o sistema imunológico, prevenindo gripes, envelhecimento precoce e doenças cardíacas. É rica em ferro e ácido fólico, logo, previne anemia. É diurética e combate a retenção de líquidos.  Ajuda no controle da diabetes e previne contra trombose e AVC, por evitar a formação de coágulos no sangue.

Além de tudo isso, no campo energético a salsinha tem seus significados místicos: luxúria, proteção e purificação. A salsinha pode ser utilizada para estimular o desejo e a fertilidade no seu parceiro. O banho com salsinha abre os caminhos para a boa-sorte. No ambiente, afasta a negatividade ou mau-olhado e até mesmo pessoas que te direcionem esse tipo de energia.

Cebolinha

A cebolinha possui aroma e sabor muito específico e geralmente é acompanhada da salsinha, sendo juntas chamadas de “tempero verde”. Assim como a salsinha, ela deve ser utilizada fresca. Podem ser aproveitadas as folhas e o talos.

Em pratos quentes a cebolinha deve ser adicionada depois de desligar o fogo, para garantir que o sabor e as propriedades sejam preservadas. Combina com molhos, saladas, vinagrete, omeletes, suflês, queijos, legumes e a famosa maionese do domingo.

Além do sabor delicioso, possuí substância antioxidantes e antinflamatórias. Estudos mostraram que os ativos contidos na cebolinha diminuem o risco de câncer de mama, cólon, próstata e ovário. Além disto, melhora a visão, deixa a pele mais bonita, estimula o apetite e ajuda na recuperação de resfriados comuns.

No campo energético a cebolinha trás proteção e afasta os maus espíritos, ajuda a dissipar a depressão, os maus hábitos e a melancolia.

Há um ditado que eu acho plausível: tudo em excesso faz mal! Embora as ervas aromáticas citadas possuam propriedades medicinais muito atraentes, o seu consumo diário com esta finalidade precisa de avaliação médica. A maioria delas não é recomendada para gestantes e lactantes. Além disso, tomar chás em excesso, seja qual for, pode sobrecarregar o organismo resultando em dores de cabeça, insônia, náusea e até problemas no fígado. Por isso, procure saber a medida certa recomendada e/ou utilize com bom senso, para usufruir dos benefícios.

Essas são apenas algumas das ervas aromáticas. Todas elas podem ser cultivadas em vasos, ficando acessíveis para o uso tanto na cozinha, quanto no ambiente interno. Os vasinhos personalizados e mostrados nas fotos são Cimentinhos.

E ainda existem várias outras opções:

Redes Sociais Cimentinhos:

Instagram: http://www.instagram.com/cimentinhos__

Facebook: https://www.facebook.com/cimentinhos.cimentados.7

Whatsapp: 46 99108-8495

 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.